Quem Somos

O Instituto de Estudos Brasil-China, IBRACH, é uma organização sem fins lucrativos dedicada a treinamento, pesquisa e debate sobre estratégias de desenvolvimento da China e o papel do Brasil e da China na reorganização das relações internacionais. O Instituto trabalha em parceria com múltiplas entidades internacionais e nacionais com atividades relacionadas à China, entre as quais estão centros universitários e think thanks no Brasil e na China, formuladores de políticas e gestores de empresas públicas e privadas.

 

Administração e Gestão

O IBRACH tem uma estrutura administrativa simples, composta de um Presidente, com renomada experiência internacional em assuntos chineses, uma pequena diretoria e um Conselho Científico composto de intelectuais públicos e especialistas sobre a China. A administracão do IBRACH se renova a cada três anos. A presente administração do IBRACH é composta dos seguintes membros:

                                                                   
Valdemar Carneiro Leão - Presidente
Anna Jaguaribe - Diretora
Ana Célia Castro - Conselheira
Mario Ripper - Conselheiro
Adriano Proença - Conselheiro
Isabela Nogueira - Conselheira
Paula Carvalho - Coordenadora
 
 

Conselho Científico

O Conselho Científico do IBRACH é composto dos seguintes membros:

Adriano Proença UFRJ/IBRACH

Professor de engenharia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Albert Keidel Atlantic Council

Membro sênior do Programa de Ásia do Atlantic Council. Foi membro sênior do Carnegie Endowment for International Peace no período de 2004 a 2009, após servir como diretor do Divisão de Nações da Ásia do Departamento do Tesouro norte-americano. Antes de se juntar ao departamento do Tesouro em 2001, era economista sênior do escritório do Banco Mundial em Pequim.

Ana Célia Castro – UFRJ/IBRACH

Professora do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), coordenadora do Programa de Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento da UFRJ (PPED/UFRJ), e vice-coordenadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (INCT/PPED).

Anna Jaguaribe IBRACH

Diretora do IBRACH, viveu como pesquisadora na China de 1998 a 2003. Trabalhou no escritório das Nações Unidas em Nova York de 1977 a 1983 e como consultora para a UNCTAD em Genebra. Possui mestrado e doutorado em sociologia pela Universidade de Nova York.

Barry Naughton – Universidade da California

Professor de economia chinesa na Universidade da California, San Diego, é especialista em economia chinesa com ênfase em tópicos relacionados a indústria, comércio, finanças e a transição chinesa para uma economia de mercado.

David Kupfer – UFRJ

Professor do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do Grupo de Pesquisa em Indústria e Competitividade.

Farid Segen – UFRJ

Professor da Coppe e membro do laboratório de tecnologia submarina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui Ph.D. pelo Imperial College de Londres. 

Hu Angang Universidade de Tsinghua 

Professor da Escola de Políticas Públicas e Gestão da Universidade de Tsinghua e diretor do Centro de Estudos Chineses da mesma universidade. Economista com mestrado pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Pequim e Ph.D. em engenharia pela Academia Chinesa de Ciências.

Jin Canrong   Universidade Renmin

Professor da Escola de Estudos Internacionais da Universidade de Renmin na China e vice-diretor do Centro de Estudos Americanos e do Instituto Pequim-Pacífico de Estudos Estratégicos na mesma universidade. Foi professor visitante da Escola Gerald Ford de Políticas Públicas da Universidade de Michigan (2003/07) e professor convidado na Universidade de Tsinghua (2006).

José Tavares CINDES

Diretor do CINDES, um think tank em economia, desde 2006 e da Ecostrat, uma empresa de consultoria, desde 1997. Suas áreas de especialização são comércio internacional e política da concorrência e regulatória. Tem mestrado pela Fundação Getúlio Vargas e doutorado em economia pela Universidade de Londres.

Lia Valls Pereira  FGV/UERJ

Pesquisadora do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV) e professora da Faculdade de Economia e do Programa de Pós Graduação em Relações Internacionais da UERJ. Doutora em Economia pelo Instituto de Economia da UFRJ.

Luís Antônio Paulino Instituto Confuccio/UNESP

Diretor Executivo do Instituto Confúcio e Professor da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP).

Paolo Bruni  IBRACH

Embaixador da Itália na China no período de 1998 a 2003, representante da Itália nas Nações Unidas e na Organização Mundial do Comércio e professor na Universidade de La Sapienza, Roma (2008).

Renato Boschi – UERJ

Professor do Instituto de Estudos Políticos e Sociais na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Possui mestrado em Ciências Políticas e Sociologia pelo IUPERJ e doutorado em Ciências Políticas pela Universidade de Michigan.

Valdemar Carneiro Leão  IBRACH

Presidente do IBRACH, foi Embaixador do Brasil na China e Subsecretário Geral de Assuntos Econômicos e Financeiros no Ministério das Relações Exteriores.

Xue Lan Universidade de Tsinghua

Professor e diretor executivo da Escola de Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade de Tsinghua. Foi professor associado à Universidade Carnegie Mellon e vice-presidente da Associação de Administração Pública.

 

Instituições Parceiras e Colaboradoras

O IBRACH é financiado por patrocínios e contribuições de suas instituições parceiras. Trabalhamos em colaboração com várias universidades e centros de pesquisa brasileiros e internacionais dedicados à China. Nosso programa de treinamento e pesquisa é desenvolvido em colaboração com a Universidade de Tsinghua. O Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), a Fundação Alexandre Gusmão (FUNAG), a FINEP e a Cooperação Andina de Fomento (CAF) estão entre as suas principais instituições parceiras.